Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Site da GNR para avisar sobre estradas interditas está em baixo

Sociedade

Luís Barra

A GNR disponibilizou uma página para prestar informação sobre as estradas interditas para que a população possa usar caminhos alternativos para fugir aos incêndios, mas depressa ficou inacessível

A ligação no site da GNR para as "estradas interditas" (http://www.gnr.pt/ultimahora.aspx?linha=7506) pretendia, conforme explicou à Lusa o capitão Bruno Ribeiro, do gabinete de imprensa da Guarda Nacional Republicana, ser uma alternativa aos dois números de telefone da GNR para a população saber quais as zonas interditas.

"A intenção é, em breve, criar um site com mapas que permita disponibilizar de forma automática a informação", acrescentou o capitão que, hoje de manhã, tinha dito à agência Lusa que a população tinha apenas acesso a dois números de telefone - o geral da GNR (213217000) e o SOS Trânsito (808201855) - para saber em tempo real quais as estradas cortadas.

As centenas de incêndios que deflagraram no domingo provocaram pelo menos 31 mortos e dezenas de feridos, além de terem obrigado a evacuar localidades, a realojar as populações e a cortar o trânsito em dezenas de estradas.

O primeiro-ministro, António Costa, anunciou que o Governo assinou um despacho de calamidade pública, abrangendo todos os distritos a norte do Tejo, para assegurar a mobilização de mais meios, principalmente a disponibilidade dos bombeiros no combate aos incêndios.