Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Garrett McNamara, do canhão da Nazaré para o rio Tejo

Sociedade

O surfista americano vai andar por aí a surfar uma onda no rio Tejo e com aula gratuitas em diversas praias portuguesas

A festa dos seus 50 anos decorreu no passado dia 10 de agosto, mas Garrett McNamara não quer deixar passar a data especial para fazer um agradecimento à hospitalidade dos portugueses. Desde 2011 que o surfista americano, ao ter surfado a maior onda do mundo, pôs o mar da Nazaré no roteiro do surf internacional, tornando-se num embaixador das ondas grandes portuguesas.

Assim, na próxima quinta-feira, 17, pelas 10 horas, McNamara vai tentar bater mais um recorde pessoal, surfando não a maior onda, mas pelo menos a mais comprida, o mais tempo possível. Em Lisboa, com partida da Doca de Santo Amaro e chegada à Torre de Belém, um barco irá provocar a ondulação que McNamara precisa para surfar no rio Tejo. O percurso (por terra) tem cerca de quatro quilómetros e passa pela reabilitada zona ribeirinha junto ao MAAT – Museu de Arte, Arquitetura e Tecnologia e, mais à frente, pelo Padrão dos Descobrimentos, até terminar na Torre de Belém. Os binóculos serão indispensáveis para apreciar melhor este feito.

Esta não é a primeira vez que McNamara vem ao rio. Em 2014, já tinha surfado a “Gasoline”, a onda gerada pelos catamarans que navegam no rio.

Esta semana marca também o início da terceira edição das Buondi Surf Sessions, com aulas gratuitas nas praias nacionais dadas pelo próprio Garrett McNamara (com um limite de 30 vagas por aula). Numa espécie de road trip pelos areais, cerca de 1 100 pessoas de todas as idades já tiveram oportunidade de aprender com um dos melhores, nas edições anteriores. “Sempre tive vontade de criar um projeto assim, onde me fosse possível levar a experiência do surf a quem nunca teve essa oportunidade. As duas edições anteriores correram muito bem e o entusiasmo dos participantes é contagiante”, diz o surfista.

Entre 15 e 29 de agosto, além das aulas abertas à população, incluindo quem já têm aulas nas escolas de surf, também haverá aulas de surf adaptado e aulas de stand-up paddle (SUP) para maiores de 50 anos. Um trabalho de pesquisa da SURFaddict (Associação Portuguesa de Surf Adaptado), permitiu criar umas pranchas específicas para estas aulas. Fabricadas em Peniche, na Refresh Boards, as pranchas vão permitir que pessoas com mobilidade reduzida elevem e sustenham o peito e segurem as pernas.

Pranchas para surf adaptado, um trabalho de pesquisa da SURFaddict (Associação Portuguesa de Surf Adaptado)

Pranchas para surf adaptado, um trabalho de pesquisa da SURFaddict (Associação Portuguesa de Surf Adaptado)

AGENDA

15 ago, ter

Praia de Carcavelos

11h-13h Aula de Surf Adaptado

13h-14h Aula aberta a população

21 ago, seg

Praia da Foz do Lizandro, Ericeira

9h Aula aberta à população

22 ago, ter

Praia de Santa Cruz, Torres Vedras

9h Aula aberta à população

11h Aula de Surf Adaptado

17h Buondi Beach Talks com Garrett McNamara, João Parisot (Jojó) e Nuno Vitorino, no restaurante Noah

23 ago, qua

Praia de Peniche de Cima

9h Aula aberta à população

11h Aula de Surf Adaptado

17h Buondi Beach Talks com Garrett McNamara e exibição do filme The McNamara Surf Trip, no Bocaxica Bar

24 ago, qui

Praia de Tróia – Bico das Lulas

9h Aula de SUP aberta à população

26 ago, sáb

Praia do Cabedelo, Viana do Castelo

9h Aula aberta à população

27 ago, dom

Praia de Matosinhos

9h Aula aberta à população

17h – Buondi Beach Talks com Pedro Lima e exibição do filme Norte e Sul, no Titan Bar

28 ago, seg

Praia de Palheiros, Coimbra

9h Aula de SUP aberta à população

29 ago, ter

Praia de Penedo Furado, Vila de Rei

9h Aula de SUP aberta à população