Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Jovem condenada por incitar namorado ao suicídio via telemóvel

Sociedade

  • 333

A conduta de Michelle Carter, então com 17 anos, não foi apenas imoral mas também ilegal, considerou o juiz, que a condenou por homicídio involuntário. A jovem arrisca uma pena até 20 anos de prisão pelo ocorrido a 12 de julho de 2014, no Estado americano do Massachusetts. Veja o vídeo da reação dela no momento em que o juiz se pronunciou

Culpada. Michelle Carter vai cumprir uma pena de cadeia que pode ir até aos 20 anos por ter incitado o namorado, Conrad Roy III, a cometer suicídio. O caso remonta a 12 de julho de 2014, quando ele, então com 18 anos, se fechou numa carrinha para inalar o monóxido de carbono de um gerador, seguindo uma sugestão dela, um ano mais nova.

O juiz Lawrence Moniz concluiu que, nesse dia, apesar de não estar presente no local, Michelle coagiu o namorado a avançar com o plano que tinha ficado expresso em "milhares" de mensagens de telemóvel. Uma conduta imoral e também ilegal, ditou o tribunal. Segundo a acusação, Conrad, que sofria de depressão, ainda chegou a abandonar a carrinha quando se começou a sentir mal, mas a adolescente convenceu-o a voltar a entrar, durante um telefonema que demorou 47 minutos.

"Ela admite em mensagens subsequentes que não fez nada. Nem chamou a polícia nem avisou a família de Conrad", acrescentou o juiz, citado pelo New York Times.

Michelle Carter, agora com 20 anos, foi condenada por homicídio involuntário e aguarda agora pela sentença, prevista para 3 de agosto.

VEJA Vídeo do momento em que o juiz a considerou culpada, registado pela CNN.