Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

11 hábitos curiosos que só os homens parecem ter (e a explicação para cada um deles)

Sociedade

  • 333

Matt King/ Getty Images

Duas pessoas dão fortes palmadas nas costas enquanto se abraçam; Outra sacode as chaves do carro enquanto anda. Vai uma adivinha? São homens ou mulheres (ou ambos)?

Em pleno 2017, não esperava ler um texto sobre estereotipos masculinos, pois não? Mas, notanto que é raro ver uma mulher com os pés em cima da mesa ou duas amigas a cumprimentarem-se com palmadas vigorosas nas costas - elas podiam, claro, mas o que é certo é que não o fazem - o El País quis perceber o que significam estes hábitos curiosos "absurdamente" masculinos.

Abraços com fortes palmadas nas costas

É uma forma de "demonstrar força, carinho, que gostas muito da outra pessoa, que és seu amigo, mas que és demasiado "macho" para o expressar de uma forma mais delicada", explica Enrique García Huete, psicólogo clínico e professor de Psicologia. Já Timanfaya Hernández, também psicóloga clínica e vogal do Colégio Oficial de Psicólogos de Madrid considera que "saudar assim dá-te uma identidade masculina: se for uma mulher a fazê-lo, certamente enfrentará comentários depreciativos de que 'parece um macho'". A especialista recorda que, na mesma linha, espera-se de um homem que aperte a mão com força. "São micromachismos, pequenos estereotipos que se permitem num género e não no outro e só acentuam as diferentes entre os géneros", conclui.

"Brincar" com as chaves

Qual é o sentido de exibir umas chaves? Porque é tão frequente ver um homem a fazê-lo, seja à chegada a um café ou enquanto espera à porta da escola, interrogou-se o jornal espanhol. García Huete tem uma teoria: "Quando se trata de um jovem, quer mostrar que tem carro, um elemento de discriminação positivo. Na idade aculta, tem mais a ver com o estar nervoso, a não ser que o porta-chaves seja Mercedes, Lamborghini ou Ferrari. Nesse caso, o proprietário quer que saibamos que carro tem."

Sentar-se com as pernas abertas

Um estudo da Universidade do Arizona, EUA, confirmou o que diz a perceção comum: nas mulheres, uma postura relaxada é vista como "informal", enquanto nos homens a mesma posição é percebida como "dominante". Outro estudo, da Universidade da Califórnia, concluiu que uma pose "expansiva" é um exemplo de metacomunicação: "sinais que se dão, que não têm uma relação direta com o que estamos a dizer (...) e que têm a ver com o que alguém está a tentar transmitir, mas que não pode dizê-lo de forma direta, neste caso a virilidade", considera Timanfaya Hernández.

Os polegares nos bolsos...

... e os outros dedos a apontar para a zona genital. "Isso é exibicionismo", não hesita García Huet. Em geral, esta pose à John Wayne inclui pernas bem afastadas e numa posição assimétrica. Allan Pease, no seu livro de 1981 Body language define esta postura como "a exibição de cortejo sexual mais agressiva de todas".

Coçar o queixo ou a barba

"Os pelos faciais são um elemento de masculinidade. É o que diferencia claramente os homens das mulheres. Ao coçá-la ou acariciá-la, o que estamos a fazer é a sublinhar essa virilidade", considera o especialista.

Estalar os dedos

Esta é herança do homem primitivo, assegura Huete. "Estalar os dedos, esticá-los e encolhê-los ou cerrar os punhos são gestos que antecedem a luta. Significam: 'Estou pronto para lutar'"

"Dar cinco"

Uma coisa é um aperto de mão formal, outra é um aperto de mão efusivo, em que as mãos se chocam antes de efetivamente se apertarem. Na mesma categoria, o gesto de "dá cá mais cinco" é um símbolo de pertença ao clã. "São gestos familiares dentro de um grupo", explica García Huete.

Andar ao estilo "febre de sábado à noite"

"Esse pavonear está relacionado com um cortejo claro às mulheres". Quer dizer, traduz Huete: "Sou muito fixe, sou confiante."

Arregaçar os calções de banho

É uma visão comum em prais e piscinas: Homens em calções mais ou menos compridos, mas que insistem em arregaçar, deixando muitas mulheres a pensar "porque não compraram antes uma tanga?" "Os slips nem sempre são bem vistos, para muitos estão fora de moda. Por isso compram calções. Arregaçá-los pode ser uma forma de fazer passar uma imagem de segurança e confiança.

Pôr os pés em cima da mesa

"Indica comodidade e relaxamento: estamos a partilhar um momento de descontração. E também condiança, porque é algo que só podes fazer num ambiente em que te sintas cómodo", acredita García Huete.

Saudações-insulto

"É uma forma masculina de expressar admiração, carinho ou afeição por outro homem", define o psicólogo.