Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Porque é que a Antártida está a ficar verde?

Sociedade

A foto divulgada pela agência espacial norte-americana, em Março, já indicava a alteração da paisagem no local mais a sul do planeta

O conhecido continente branco está a encher-se de musgo

A fotografia de satélite tirada pela NASA dera o mote, há já três meses: a Antártida está a ficar verde e isso vê-se à distância. Agora, a confirmação, em outras imagens que andam a correr mundo e mostram plantas a crescer como nunca antes tinha acontecido na modernidade, no local mais a sul do planeta. A culpa, já se sabe, é das alterações climáticas, e a explicação vem descrita na revista da especialidade Current Biology.

"A subida de temperatura durante o último meio século teve um efeito dramático sobre os bancos de musgo que crescem na região", comentou Matt Mesbury, investigador da Universidade de Exeter, no Reino Unido, e coautor do estudo, citado pelas agências internacionais. "Se continuar assim, e com o aumento das áreas sem gelo, a península antártida será um local muito mais verde no futuro".

Cinco amostras de musgo retiradas de três ilhas – Ilha Elefante, Ilha Ardley e Ilha Verde – revelaram evidências do que os cientistas consideram 'pontos de mudança', ou pontos no tempo após os quais a atividade biológica aumentou claramente. "Anteriormente, só tínhamos identificado tal resposta num único ponto do extremo sul do continente. Agora sabemos que os bancos de musgo, que existem debaixo do gelo, também estão a reagir às mudanças do clima e ao aumento de temperatura sentido com mais evidência na regiões polares".