Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Carregar o telemóvel em apenas 5 minutos pode ser uma realidade já no próximo ano

Sociedade

Sean Gallup/ Getty Images

Enviar e-mails, ler as notícias, tirar fotografias, inúmeras chamadas... Faz tudo no seu smartphone e a bateria acaba em três tempos? Pode estar a chegar uma solução milagrosa

Imagine o seu telemóvel carregar totalmente em apenas cinco minutos... Sim, pode ser verdade e não está muito longe de acontecer.

A tecnologia foi apresentada pela primeira vez em 2015, quando a start-up israelita StroreDot demonstrou na exposição International Consumer Elecronics (CES), em Las Vegas, a FlashBattery - um sistema inovador que carrega a bateria 10 vezes mais rápido que qualquer outro existente no mercado.

O projeto piloto está a ser produzido por dois fabricantes asiáticos do ramo das baterias. Doron Myersdorf, diretor-executivo da statr-up, não revela quais são os fabricantes, mas adianta que espera iniciar a produção em massa no início de 2018.

"Vamos carregar um smartphone em cinco minutos", garante.

Ben Wood, analista tecnológico da CCS Insight, apresenta algumas dúvidas quanto ao projeto. No entanto, admite que, se se realizar, será um passo importante para a indústria.

"Correr riscos com tecnologia de baterias pode virar-se contra ti. Eu diria que a minha experiência me ensinou a permanecer sempre cético. Vamos ver o que acontece", comentou à BBC.

Outros fabricantes também estão a trabalhar em tecnologias de carregamento rápido de bateria. Em novembro, a Qualcomm anunciou o seu sistema Quick Charge 4, que oferece cinco horas de autonomia com apenas 5 minutos de carga.

Além da tecnologia para smartphones, a StoreDot também apresentou uma bateria para carros elétricos que, com apenas 5 minutos de carga, atinge os 300 mil metros de distância.