Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Livros à solta no comboio Alfa Pendular

Sociedade

  • 333

Foto:Fernando Negreira

A viagem de três horas e meia entre Lisboa e Braga faz-se na companhia de um livro de contos na ida, e outro na volta

Da próxima vez que comprar o bilhete de comboio para uma viagem no Alfa Pendular, que liga Lisboa a Braga, saiba que ao escolher o lugar está também a “escolher”, de forma aleatória, o livro que o vai acompanhar durante três horas e meia. São na maioria contos, de modo a facilitar a leitura, e podem calhar os Contos de Eça de Queirós, O Alienista e Alguns Contos de Machado de Assis, Histórias Extraordinárias de Edgar Allan Poe ou Contos de São Petersburgo de Nikolai Gógol, sem esquecer as crianças para quem estão reservados os Contos de Charles Perrault.

A iniciativa chama-se Viagens Com Livros e deriva do Programa de Apoio à Leitura Tem Tudo a Ler, projeto de Responsabilidade Social da empresa Cetelem, em parceria com a CP. “Achamos que a leitura tem a função de educar as pessoas, mas também de dar prazer. É uma forma de cidadania”, diz Leonor Santos, responsável pelo programa.

São 301 livros para 301 assentos e mesmo se os passageiros tiverem a tentação de levar o livro consigo, existe um reforço de cerca de 50 livros no bar do comboio.

As Viagens Com Livros decorrem Até 31 de maio no Alfa Pendular que sai de Lisboa às sete da manhã e chega a Braga às 10 e 30, e no que regressa às 13 e 07 e chega a Lisboa às 16 e 30.

Já em 2015 a Cetelem levou Histórias Frescas Todos os Dias para a praia de Matosinhos. Nos primeiros 15 dias de agosto, um frigorífico gigante estacionado junto à praia guardava centenas de livros que iam e vinham ao areal. Com outro programa, Festinha de Leitura, foram até às escolas estimular a leitura em crianças com dificuldades de aprendizagem. Leonor Santos não tem dúvidas de que “pessoas mais esclarecidas são as que tomam melhores decisões.”