Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Frutas e legumes congelados preservam as propriedades nutricionais

Sociedade

Será possível obter o mesmo benefício nutricional em produtos frescos e congelados? Um estudo afirma que as diferenças são poucas e em alguns casos os produtos congelados preservam até mais nutrientes

Quando pensa em comprar fruta e legumes, quantas vezes se dirige ao corredor dos congelados? Na maioria das vezes nem considera isso uma alternativa. A preferência recai na zona de frescos do hipermercado ou nos mercados ou frutarias, onde as cores e o cheiro nos ajudam a escolher quais os melhores produtos.

Os produtos congelados são, por norma, mais baratos e estão disponíveis todo o ano. E, ao contrário do que é comum pensar, muitas vezes têm mais propriedades que os produtos frescos porque o congelamento impede o processo de apodrecimento.

Um estudo realizado pela Universidade da Califórnia (EUA), comparou oito frutas e legumes, frescos e congelados, e analisou os seus benefícios nutricionais. Em alguns casos, as propriedades eram mais altas nos produtos congelados. Como foi o caso de vitamina C em milho, feijão verde e mirtilos e riboflavina (vitamina B) em brócolos.

Noutra pesquisa, os investigadores analisaram os níveis de minerais como cálcio, magnésio, zinco e ferro e não encontraram grandes diferenças entre os alimentos naturais e congelados.

A grande maioria das frutas e legumes são compostos por 70 a 90% de água. Uma vez colhidos, rapidamente perdem a humidade e são atacados por micróbios e enzimas. Se estes alimentos forem conservados num congelador, os cristais de gelo não danificam células nem alteram o sabor da comida.