Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Como o alecrim pode ajudar os seus filhos a ter boas notas

Sociedade

A erva aromática há muito que goza de fama de bom auxiliar da memória. O que um grupo de investigadores agora descobriu é que o alecrim pode mesmo ter um papel significativo na capacidade das crianças recordarem o que aprenderam

Os gregos usavam ramos de alecrim quando faziam exames, Shakespeare também exaltou o poder de auxiliar da memória da erva em Hamlet e, agora, investigadores da Universidade britânica de Northumbria concluiram que o óleo essencial de alecrim é bom para ajudar as crianças a lembrar o que aprenderam.

Mark Moss e Victoria Earle, responsáveis pelo estudo, apresentado esta semana na Conferência Anual da Sociedade Britânica de Psicologia, recordam que as suas investigações anteriores já tinham demonstrado o efeito positivo do alecrim na memória de adultos saudáveis. "Sabendo o quão importante é a memória nas conquistas académicas, quisemos ver se efeitos semelhantes podiam ser observados em crianças em idade escolar e no contexto da sala de aula".

No estudo participaram 40 crianças, de 10 e 11 anos, que fizeram um teste, com base no que tinham aprendido, que compreendia várias tarefas mentais diferentes. Os participantes foram divididos em duas salas: uma onde um difusor com óleo de alecrim tinha funcionado durante 10 minutos e a outra sem qualquer aroma.

Informadas de que iriam fazer alguns "jogos de memórias", as crianças na sala onde cheirava a alecrim tiveram notas "significativamente" mais elevadas. O efeito mais notável foi do teste que implicava recordar palavras.