Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Crianças e jovens de todo o país vão ao Parlamento dizer o que querem para si, para o país e para o mundo

Sociedade

Esta Assembleia Nacional decorre na próxima quarta-feira, dia 10, no âmbito do Fórum Terra, e vai culminar com a entrega de uma Carta Aberta

"Quando lhes damos vós, eles têm muito a dizer. Temos muitas vezes a tendência para olha-los como o problema, quando eles devem é ser parte da solução. A cidadania aprende-se com a participação. É preciso empoderá-los e dizer-lhes: o futuro é vosso, é da vossa responsabilidade, vocês têm o dever e o direito de fazer ouvir a vossa voz". Quem fala assim é Sara Rodi, escritora e uma das responsáveis por um evento extraordinário que vai decorrer na Assembleia da República na próxima quarta-feira, dia 10: será uma Assembleia Nacional das Crianças e dos Jovens, sob o tema Compromisso para Portugal, a cuidar da casa comum.

Durante uma manhã, os deputados (um de cada partido) vão ouvir quais as inquietações e desejos de 140 crianças, escolhidas para representar as escolas de todo o país, desde o pré-escolar até ao final do Secundário. Em destaque estarão temas como o desenvolvimento pessoal, a relação com os outros, a relação com a comunidade e a relação com o planeta. Este é o culminar de um processo participativo que está a decorrer desde 22 abril e no qual todas as escolas e outras entidades de Portugal que trabalham com crianças e jovens, foram convidadas a participar.

A iniciativa acontece no âmbito do Fórum Terra, um projeto dedicado ao tema “Portugal a Cuidar da Casa Comum”, que decorre até 22 de maio, com iniciativas em diversos pontos do país. A Assembleia Nacional de Crianças e Jovens é promovida pela Associação Fazedores de Mudança; Movimento Por Uma Escola Diferente; Cooperativa Horas de Sonho, com o apoio de João Sem Medo - Comunidade de Empreendedores Evolucionários; e contou com o apoio do Conselho Nacional de Juventude, CNE, IPDJ/Plano Nacional de Ética no Desporto e Programa Escolhas. A Assembleia será emitida em direto pela Rádio Miúdos.

No decorrer desta assembleia será ainda ultimada a Carta Aberta de Crianças e Jovens, que será entregue a todos os líderes políticos, institucionais e religiosos do nosso país.