Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Quando os Eagles processam o Hotel Califórnia

Sociedade

A banda norte-americana acusa uma unidade hoteleira de quatro estrelas, no México, de lucrar indevidamente com a "mítica" canção com o mesmo nome

Francisco Perez

O grupo musical Eagles abriu um processo contra o Hotel California. Não se trata do êxito de 1976, mas de um estabelecimento situado na localidade de Todos Santos, na Baixa Califórnia do México. A banda alega que a unidade hoteleira “ilude os clientes”, fazendo-os acreditar que a música está associada àquele espaço.

A ligação entre o hotel e os Eagles é feita através da reprodução de várias músicas do grupo naquele espaço. Esta situação, segundo a queixa apresentada no tribunal, “leva a que os consumidores norte-americanos, que visitem o hotel, acreditem que o Todos Santos esteja associado aos Eagles, o que é falso”.

De facto, no TripAdvisor, há várias críticas que remetem para esta perceção. “Pensava que [o hotel] era aquele da famosa música, apesar de ter valido a pena conhecer”, escreveu um hóspede. Outra foi ainda mais longe, relatando que “vai acima e além do folclore da canção dos Eagles, e se é a atração principal para conseguir o hotel, então está ótimo, porque não vai lamentar a visita”. Em julho de 2014, um cliente referiu ainda que o próprio e os amigos “são grandes fãs dos Eagles” e que “queriam ver o hotel referido nos famosos Eagles, a canção de mesmo nome”.

O Hotel Califórnia foi fundado em 1947, mas só abriu três anos depois, 26 antes do lançamento da música galardoada com um Grammy. No seu site, o hotel refere que surgiram várias teorias para o nome daquele espaço, entre as quais uma possível ligação aos Eagles.

No entanto, o estabelecimento demarca-se do rumor, vincando que “os proprietários não têm qualquer ligação com a banda, e que não promovem qualquer associação entre o espaço e os Eagles”.

Segundo os documentos, as ligações entre o hotel e a banda terão começado apenas em 2001, quando o Hotel Califórnia foi adquirido por um casal canadiano. Nessa altura, terão tentado registar a marca nos Estados Unidos.

Os proprietários ainda não comentaram o processo. Os Eagles pretendem ser indemnizados, exigindo igualmente o fim da utilização da sua propriedade intelectual para fins comerciais.