Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

O emprego de sonho de um casal do Instagram

Sociedade

  • 333

São namorados e viajam pelo mundo todo o ano. E se isto já podia ser um sonho... ainda ganham milhares de euros por cada foto que partilham no Instagram

1 / 10

2 / 10

3 / 10

4 / 10

5 / 10

6 / 10

7 / 10

8 / 10

9 / 10

10 / 10

Se nada levava a crer que os caminhos do britânico Jack Morris, de 26 anos, e da australiana Lauren Bullen, de 24, iriam cruzar-se e daí nascer um namoro, muito menos seria de imaginar o "emprego" de sonho que os aguardava e que os faz lucrar milhares de euros.

Jack deixou a escola aos 17 anos e foi trabalhar para uma empresa de limpeza de carpetes, em Manchester. Lauren era estudante de medicina dentária. Ambos largaram as ocupações que tinham e foram viajar pelo mundo. Na altura não se conheciam.

O ano passado, ambos foram convidados a representar uma marca nas ilhas Fiji. Foi nessa viagem que se conheceram e dizem que se tornaram inseparáveis desde o primeiro dia. Na última noite da viagem, Jack convidou Lauren para ir com ele para Bali no dia seguinte e ela aceitou.

Hoje viajam pelo mundo, representam marcas e destinos turísticos através das suas contas de Instagram (Jack Morris e Lauren Bullen). Em entrevista à Cosmopolitan, Morris revelou os valores que o casal cobra por cada fotografia: "Não fazemos nenhum post por menos de 3.000 dólares [2.800 euros]. O máximo que já me pagaram foi 9.000 dólares [8.500 euros]. Fiz um trabalho para uma companhia telefónica que implicava uma viagem de três dias e cinco fotos no Instagram, pagaram-me 35.000 [33.000 euros]."

No caso de Lauren, os valores são ligeiramente mais baixos. Mas, se individualmente Jack e Lauren lucram valores idílicos, o sucesso atingiu o auge quando começaram a publicar fotos juntos.

"Assim que começámos a publicar fotos juntos, as marcas começaram a contactar-nos com muito mais frequência. Eu penso que viam mais valor num casal porque é o target principal de grande parte das indústrias de viagens", revela Jack.

Os jovens contam que não publicam nada com que não se identifiquem e que todas as fotos são captadas em circunstâncias muito normais e descontraídas.

O segredo? O jovem britânico diz que são apenas necessárias "paixão, originalidade e perseverança".