Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Descarga de lama na praia da Torre alarma banhistas

Sociedade

Obras no condomínio da Barra, em Oeiras, foram identificadas como sendo responsáveis pela descarga. Vídeo que circula pelas redes sociais mostra os estragos

Primeiro veio o alarme social: aquela descarga presenciada pelos banhistas na praia da Torre, em Oeiras, seria de cimento? Estaríamos perante um atentado ambiental? Em ano de autárquicas, o vídeo da descarga, registada no dia 6 de abril, funcionou como um rastilho de pólvora para muitas discussões nas redes sociais.

Depois veio o esclarecimento: a Câmara Municipal de Oeiras garante que se tratou de uma descarga de lama (e não de cimento), proveniente das obras no condomínio da Barra.

De acordo com o município, o seu departamento de Ambiente enviou para o SIMAS (Serviços Intermunicipalizados de Água e Saneamento dos Municípios de Oeiras e Amadora) uma “reclamação relativa a uma descarga que estava a decorrer na praia da Torre”.

“De uma forma célere o SIMAS deslocou-se ao local e verificou que a descarga era proveniente de obras que estão a decorrer no condomínio da Barra, situado em frente à praia da Torre. Foi-nos indicado que a descarga está relacionada com a execução de um furo artesiano. O responsável foi, imediatamente, identificado pela Polícia Municipal”, continua o comunicado da Câmara.

E acrescenta: “Efetuou-se a limpeza do poço de bombagem que recebeu esta descarga e consequentemente fez-se uma avaliação do estado das bombas hidráulicas. Foi realizada limpeza e inspeção vídeo ao coletor para analisar o estado do coletor pluvial. Constatou-se que o coletor necessita de limpeza e nova inspeção para se poder excluir qualquer obstrução do coletor pluvial - esta irá prosseguir na próxima quarta-feira, dia 12 de abril.”.