Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Os melhores negócios de Fátima

Sociedade

  • 333

LUCILIA MONTEIRO

Quatro exemplos de áreas e produtos de receita garantida no local sagrado

VELAS

Em agosto, um dos melhores meses do ano passado, queimaram-se seis mil litros de cera por dia. Em 2015, só nos dias 12 e 13 de maio foram queimadas 29 toneladas de velas.

LIVROS

Em 2016, o Santuário de Fátima vendeu 35 572 livros da Irmã Lúcia. Só o primeiro volume das Memórias, a quatro e cinco euros conforme as edições, vendeu 24 369 exemplares em várias línguas.

HOTELARIA

Há 70 estabelecimentos hoteleiros em Ourém/Fátima. E outros em vias de inauguração. Em 2015, o número de pessoas que dormiu no concelho superou o milhão de pessoas, se juntarmos os alojamentos geridos por instituições religiosas. Os turistas estrangeiros representam 70 por cento das dormidas. Naquele ano, os proveitos gerados ascenderam a mais de 27 milhões de euros, mais seis milhões do que em 2013.

TERÇOS

Continua a ser o produto mais vendido na generalidade das lojas de Fátima, incluindo as do santuário. O terço que assinala o Centenário das Aparições foi posto à venda em junho e já vai em segunda edição. Tem origem numa parceria entre o santuário, a associação empresarial e a Imprensa Nacional-Casa da Moeda. Quando a VISÃO visitou Fátima, a 15 e 16 de janeiro, tinham sido vendidos cerca de 122 mil exemplares. A 12 euros cada, dá quase 1,5 milhões de euros. Por cada terço vendido, um euro é destinado ao Centro de Reabilitação e Integração de Fátima, para a construção de um lar residencial para adultos com deficiência.