Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Photoshop ou ilusão de ótica na capa Vogue?

Sociedade

De quem é a mão sobre a cintura de Ashley Graham, a modelo com medidas acima da média que está a mudar os padrões da moda?

Capa de março da Vogue americana

Capa de março da Vogue americana

Reprodução Facebook Vogue

Ashley Graham está a quebrar barreiras na moda com o seu corpo mais avantajado do que é normal entre as super modelos. A americana de 29 anos já foi estrela na semana da moda de Nova Iorque, posou em fato de banho para a famosa edição da Sports Illustrated e tem sido capa de várias revistas masculinas. Em março, estará pela primeira vez na capa da edição americana da Vogue, ao lado de outras seis modelos, a promover a diversidade da beleza feminina. Mas a autenticidade da fotografia de capa está a ser questionada nas redes sociais, uma vez que o braço e a mão de Gigi Hadid (ao centro) parecem ter sido esticados no Photoshop de modo a cobrirem a cintura de Ashley (a segunda a contar da esquerda).

Vários utilizadores (exemplos no final do artigo) estão a acusar a Vogue de ter manipulado a fotografia, e a demora de revista em responder aos pedidos de comentário de vários jornais americanos tem alimentado a especulação. Terá a Vogue sobredimensionado a mão de Hadid para disfarçar a barriga de Ashley? Para reforçar a suspeita de uma tentativa de esconder as medidas da modelo, há também quem conteste a posição da mão da própria Ashley Graham, sobre a coxa, quando as restantes manequins se agarram umas às outras pela cintura.

No entanto, nem tudo o que parece tem necessariamente de o ser. Ashley já veio garantir que ninguém da Vogue a instruiu para colocar a mão direita sobre a perna. "Fui eu que decidi posar assim... Ninguém me pediu nada", respondeu a um comentário na sua conta de Instagram, onde publicou a imagem de capa.

E, quanto à mão que aparece na sua cintura, pode dar-se o caso de não ser a de Gigi Hadid. Há outra possibilidade, anatomicamente admissível, que ilibaria a Vogue: se os dedos que se veem pertencerem, na verdade, à mão esquerda de Ashley e tudo não passar, afinal, de uma ilusão de ótica.