Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Está disposto a dar quase mil euros por um telefone? Vai ter de ser, se quiser um iPhone 8

Sociedade

O preço deverá acompanhar as inovações tecnológicas

Muitas linhas se têm escrito sobre o futuro iPhone 8 e estas são as últimas novidades.

As previsões apontam, segundo informações avançadas pelo The Independent para que este venha a ser uma dos mais avançados iPhones de sempre. Mas não acessível a todas as carteiras.

O iPhone 8 - ou iPhone X como muitos lhe chamam - tem o lançamento apontado para este ano e pode ultrapassar os 900€, tornando-se o iPhone mais caro alguma vez vendido.

Este dinheiro extra que terá de desembolsar para o adquirir pagará um novo ecrã OLED, uma camada flexível e orgânica (com luz natural), que estica ao longo de toda a parte frontal do dispositivo (retirando-lhe espaço de moldura). Vai ainda ser mais rápido no processamento interno e estreando uma memória nova e mais rápida que lhe confere uma melhor performance.

O próprio botão redondo de "home", que já era uma imagem de marca dos modelos anteriores, desaparece e deixa de ser pressionável para passar a ser apenas tocável no ecrã. Tudo isto se passará num dispositivo com um novo design e que recorre a novos materiais como aço inoxidável em vez do alumínio que as versões já existentes têm.

A possibilidade de os botões laterais desaparecerem também está em cima da mesa, e em estudo está a capacidade de a câmara 3D ser capaz de identificar os seus utilizadores. Mas estas são previsões menos prováveis para já, uma vez que o lançamento está agendado para o final deste ano.

Estas novidades fizeram-se acompanhar de uma outra, segundo os relatórios preliminares - a possibilidade de a Apple lançar o iPhone 7s e o 7s Plus , sem os ecrãs OLED e nos seus tamanhos originais, com preços mais comuns, para quem não estiver disposto a dar tanto pelo 8.