Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Cientistas desenvolvem dispositivo que consegue diagnosticar 17 doenças com apenas um sopro

Sociedade

DR

Cancro do pulmão, síndrome do intestino irritável e esclerose múltipla são três das 17 doenças que este novo dispositivo consegue identificar através do sopro

Um grupo de investigadores israelitas está a desenvolver um dispositivo que, através do sopro, é capaz de diagnosticar 17 doenças. Este dispositivo, a que chamam "artificially intelligent nanoarray", foi testado clinicamente e os resultados mostram que é capaz de identificar as doenças com 86 por cento de eficácia.

Os investigadores pediram a 1404 pessoas que soprassem para o dispositivo em questão, de entre as quais cerca de 800 tinha uma das 17 doenças incluídas no estudo, sendo que as outras 600 não tinham nenhuma indicação de terem qualquer das doença – sendo, por isso, o grupo de controlo. Posteriormente, o sopro e a sua composição química de cada um dos participantes, originários de cinco países diferentes – Israel, França, Letónia, EUA e China –, foram analisados pelo dispositivo de diagnóstico.

Os testes revelaram que, para além da eficácia, cada doença tem a sua própria respiração, o seu próprio sopro, comparável a uma impressão digital. O dispositivo foi também capaz de identificar mais do que uma doença.

O sopro contém nitrogénio, dióxido de carbono, oxigénio e pequenas quantidades de outros 100 químicos. A amostra relativa de cada uma das substâncias varia de acordo com o estado de saúde de cada pessoa.

De acordo com o The Telegraph, esta tecnologia tem não apenas a vantagem de conseguir diagnosticar doenças através de um método não invasivo, como é também bastante acessível em termos de preço – segundo o jornal, terá o custo de 24 libras, cerca de 27,5 euros.

O dispositivo ainda não está pronto para entrar no mercado. "Enquanto ainda são necessários outros estudos de translação para validar estas descobertas, este trabalho proporciona (…) um método acessível, fácil de usar e barato para uma triagem personalizada, diagnóstico e acompanhamento de uma série de doenças", referem os investigadores no estudo publico no final de 2016.

Fique a conhecer a lista das 17 doenças que podem ser diagnosticadas através deste dispositivo:

1 - Cancro do pulmão

2 - Cancro colorretal

3 - Cancro da cabeça ou do pescoço

4 - Cancro dos ovários

5 - Cancro da bexiga

6 - Cancro da próstata

7 - Cancro do rim

8 - Cancro do estômago

9 - Doença de Crohn

10 - Colite ulcerosa

11 - Síndrome do intestino irritável

12 - Parkinson idiopática

13 - Parkinson atípica

14 - Esclerose múltipla

15 - Hipertensão arterial pulmonar

16 - Pré-eclampsia

17 - Doença renal crónica