Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Cá estamos nós outra vez nos tops dos hostels que valem a pena

Sociedade

  • 333

Em Lisboa e no Porto, há vários que se destacam nas categorias luxo, gastronomia e sossego – decidiram os ingleses, para nosso grande orgulho. E também temos um museu entre aqueles que merecem uma visita e não cobram bilhete à entrada

Tattva Design Hostel, no Porto

Tattva Design Hostel, no Porto

Estamos no reino do turismo low-budget, mas não há que ficar envergonhados por isso. Viajar com um orçamento baixo não é sinónimo de férias de fraca qualidade, conclui-se ao conhecer as escolhas dos críticos do jornal Guardian e do bloguer de viagens Kash, autor do blogue Budget Traveller.

Olham-se os seus tops e as fotografias e as descrições que os acompanham e apetece fazer o check in em muitos dos hostels que escolheram na Europa. A começar pelos portugueses, por que não?, mesmo que fiquem ao virar da esquina. Ou precisamente porque estão aqui tão perto.

Teraaço do Tattva Design Hostel

Teraaço do Tattva Design Hostel

Entre os 10 Melhores Hostels de Luxo da Europa, surge o Tattva Design, situado na Rua do Cativo, perto da estação de S. Bento, no Porto, com preços a começar nos 13 euros (cama em dormitório). Embora seja o maior hostel da cidade (tem espaço para 116), tem o charme de estar instalado em dois prédios históricos. Todos os quartos têm casa de banho, e há um restaurante e um bar no terraço.

Além do Tattva Design, o Guardian destaca ainda: o hostel Les Piaules, que um grupo de amigos abriu num edifício art deco, em Paris; o Generator, junto à água, em Veneza; o ClinkNoord, perto do Eye Film Museum, em Amesterdão; o Circus Hostel, no Mitte, em Berlim; o LaBanda Rooftop, com vistas sobre Sevilha; o “lindíssimo” Soul Kitchen Junior, em São Petersburgo; o Sir Toby, um favorito dos mochileiros, em Praga; o Celica Hostel, onde antes funcionou uma prisão, em Liubliana; e o “festeiro” The Yellow, em Roma.

Lisbon Central Hostel, em Lisboa

Lisbon Central Hostel, em Lisboa

Entre os onze Melhores Hostels Gastronómicos da Europa escolhidos pelo bloguer Kash, encontramos quatro portugueses: o Home Lisbon Hostel, na Baixa lisboeta (“Não se vá embora de Lisboa sem provar o famoso jantar da mamã”, por 10 euros); o The Independente Hostel & Suites, junto ao miradouro de S. Pedro de Alcântara, também em Lisboa, que tem um restaurante, o The Decadente (“O 'jantar com o staff' é um sumptuoso buffet por apenas 7 euros”); o Gallery Hostel, no Porto, onde o chef prepara os típicos caldo verde e arroz de pato (o jantar custa 12 euros); e novamente o Tattva Design, também no Porto, cujo restaurante oferece um menu de influência indiana e portuguesa (10 euros o jantar).

Lisbon Central Hostel, em Lisboa

Lisbon Central Hostel, em Lisboa

Entre os Melhores Hostels Sossegados da Europa, Portugal tem uma entrada com o Lisbon Central Hostel, no Marquês de Pombal. “Desde o primeiro momento, o staff (uma menção especial para o Ricardo) faz-nos sentir como se estivéssemos a ser recebidos em casa de alguém.”, escreve Kash. O hostel tem uma sala onde, uma vez por semana, são projetados filmes, e, à segunda-feira, há batidos para todos os hóspedes. Não sendo “festeiro”, é um bom local para conhecer gente.

Para o orgulho ser completo e o turista que tem pouco dinheiro poder ir a museu sem gastar um tostão, o blogue Budget Traveller sugere vinte museus de entrada gratuita. E, entre eles, lá está a Coleção Berardo, no Centro Cultural de Belém. Nada mau.