Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

A Snapchat tem duas novidades: Muda de nome e lança os Spectacles

Sociedade

  • 333

A empresa anunciou que vai lançar uns óculos de sol que permitem filmar aquilo que vemos. Um gadget que promete reinventar o conceito tradicional da câmara. FOTOS E VÍDEO

Os Spectacles vão estar disponíveis em três cores e deverão custar cerca de 115 euros

Os Spectacles vão estar disponíveis em três cores e deverão custar cerca de 115 euros

DR

Se até hoje o Snapchat já tinha particularidades muito apetecíveis entre os mais jovens, agora é o momento de a realidade virtual ser ainda mais real. Até agora, tínhamos os filtros diariamente atualizados (para pormos a cabeça numa melancia, experimentarmos ser cães, ratos ou pandas, trocarmos de cara com um amigo, termos um arco-íris a sair-nos pela boca, etc.), geolocalizadores que permitem a partilha de fotografia e vídeos com os nomes das cidades onde estamos, a possibilidade de fazer Bitmojis parecidos connosco (como um emoji com as nossas características físicas para enviar por mensagem ou em Snap) e muito mais. Agora, vêm aí os Spectacles.

Estamos a falar de óculos que filmam e permitem partilhar vídeos (que agora passam a poder exceder os tradicionais 10 minutos e podem ir até aos 30) e mostram literalmente aquilo que estamos a ver e a viver no momento. É a mais recente cartada da empresa criada em 2011 por três amigos da Universidade de Stanford, que conta já com 150 milhões de utilizadores e acaba também de anunciar a mudança no nome: de Snapchat Inc para Snap Inc.

Para justificar a mudança, o CEO da empresa, Evan Spiegel, fez uma publicação no blogue da marca onde pode ler-se: “Quando começámos, fazia sentido que o nome da nossa empresa fosse Snapchat Inc, porque o Snapchat era o nosso único produto! Agora que estamos a desenvolver outros produtos, como os Spectacles, precisávamos de um nome que fosse para além de um único produto – mas que não perdesse a familiaridade e a diversão associada à nossa equipa e marca”.

O gadget tem o formato de uns óculos de sol, para já com um design ainda bastante feminino e com uma campanha direcionada para as jovens (a explicação pode dever-se ao facto de a maioria dos utilizadores da rede serem, na verdade, utilizadoras) e está disponível em preto, vermelho e azul turquesa.

Como funcionam os Spectacles?

Basta tocar no botão localizado no canto superior esquerdo dos óculos, e a gravação começa. Saberá que está a filmar quando as luzes à volta das lentes acenderem.

O resultado pode ser comparado ao de uma GoPro: as lentes são em formato olho de peixe e simulam uma câmara de movimento. Filmam com um ângulo de visão de 115 graus, um valor próximo do alcance do olho humano e podem ser vistos em qualquer ecrã.

A conexão é feita via wifi ou bluetooth e os vídeos são directamente enviados para a "história" dos utilizadores, que qualquer seguidor pode ver durante um período máximo de 24h. Para já, é possível emparelhar os óculos com o sistema IOS e o Android e a qualidade geral da imagem é ainda uma incógnita.

A empresa garante que a bateria pode durar um dia inteiro e o carregamento é feito da forma mais simples: basta colocar os óculos dentro da caixa.

Os Spectacles deverão ser lançados até ao final deste ano nos Estados Unidos e consta que vão custar 130 dólares, aproximadamente 115 euros. O número de unidades disponíveis para venda não é ainda conhecido, mas vai ser limitado.

Este avanço parece passar a perna ao projeto Google Glass, bastante mais completo mas francamente mais caro, que acabou por cair por terra quando, no ano passado, a empresa anunciou que iria suspender as vendas.

Na base da aplicação sempre esteve a ideia de filmar e fotografar em tempo real, mensagens que, depois de partilhadas, se "autodestroem". Os Spectacles seguem essa tendência: vídeos curtos, não editados com alguns dos momentos que, além de guardados na memória, podem agora ser partilhados em formato digital.