Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Troika não mostra vontade de flexibilizar o défice

Portugal

  • 333

Depois da reunião de hora e meia, o porta-voz do PS veio dizer que a troika manifestou "enorme relutância" na flexibilização do défice

Os representantes da 'troika' demonstraram "enorme relutância" na flexibilização da meta do défice, revelou o secretário nacional do PS Eurico Brilhante Dias, que acusou o Governo e as instituições europeias de insistem numa "agenda de cortes".

Os representantes da 'troika' (União Europeia, Banco Central Europeu e FMI) estiveram reunidos com o PS durante cerca de hora e meia, entre as 10:00 e as 11:30, num encontro em que participaram o secretário-geral socialista, António José Seguro, o líder parlamentar, Carlos Zorrinho, e os secretários nacionais Óscar Gaspar e Eurico Brilhante Dias.

"A nossa perceção é que há uma enorme relutância na flexibilização [da meta do défice], mas isso cabe à 'troika' vir dizê-lo", disse Eurico Brilhante Dias aos jornalistas, após a reunião.