Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Seguro diz que Passos Coelho convive mal com a democracia

Portugal

  • 333

O secretário-geral do PS defendeu em entrevista à TVI que o Governo deve negociar politicamente com os líderes da 'troika' e não com técnicos

O secretário-geral do PS acusou o primeiro-ministro de conviver mal com a Constituição e "pelos vistos com a democracia" e defendeu que o Governo deve negociar politicamente com os líderes da 'troika' e não com técnicos.

"Este governo é que não consegue conviver com a Constituição da República e pelos vistos tem dificuldade em conviver com a democracia. O primeiro-ministro não tem o poder absoluto", disse António José Seguro, em entrevista à TVI24, após questionado sobre a decisão do Tribunal Constitucional que "chumbou" a lei da requalificação dos trabalhadores da função pública.

Segundo António José Seguro, "quando o primeiro-ministro diz que os juízes não tiveram bom senso está também a dizer que o Presidente da República não tem bom senso porque foi ele quem enviou o pedido de fiscalização com os argumentos que o Tribunal Constitucional considerou válidos".

Seguro promete corrigir exceções

O secretário-geral do PS, António José Seguro, admitiu hoje "corrigir situações de exceção" na sociedade portuguesa, depois de questionado sobre o facto de os juízes do Tribunal Constitucional se poderem reformar ao fim de dez anos.

"Não faz sentido que possa haver exceções em relação a regras gerais na sociedade portuguesa. O PS vai concentrar-se em corrigir essas situações. Não estou a dizer que deva ter aplicações retroativas, mas para futuro nós devemos combater todas as situações de exceção ou situações de discriminação positiva ou de privilégios como lhe queiram chamar", disse.

O secretário-geral do PS sublinhou que o próximo Governo "não pode errar" e reiterou algumas das propostas do PS, dizendo que o programa dos socialistas visa "atacar as causas dos problemas".