Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Seguro apresenta propostas para injetar 12 mil milhões na economia

Portugal

  • 333

O secretário-geral socialista defendeu que é possível a curto prazo injetar cerca de 12 mil milhões de euros na economia, propondo, a descida do rácio da banca. E quer governar com maioria absoluta

O secretário-geral socialista defendeu hoje que é possível a curto prazo injetar cerca de 12 mil milhões de euros na economia, propondo, entre outras medidas, a descida do rácio da banca em pelo menos um ponto percentual.

António José Seguro falava no discurso de encerramento do XIX Congresso Nacional do PS, que decorreu desde sexta-feira em Santa Maria da Feira.

De acordo com o líder socialista, a banca de Espanha apenas está obrigada a um rácio de capital de nove por cento e a da Alemanha a um rácio de oito por cento, sendo incompreensível que em Portugal seja de dez por cento.

"Maioria absoluta"

O secretário-geral do PS afirmou que pedirá uma maioria absoluta nas próximas eleições legislativas e salientou que se a conseguir tentará igualmente formar coligações governamentais e acordos de incidência parlamentar.

António José Seguro assumiu esta posição na parte final do seu discurso, que durou cerca de 50 minutos.

"Vamos pedir com clareza aos portugueses uma maioria absoluta para governar, uma maioria absoluta não para nós mas para Portugal", disse, defendendo que o país precisa de ter condições de estabilidade política.

"Congresso da unidade"

O secretário-geral do PS afirmou hoje que o congresso de Santa Maria da Feira será recordado no futuro como o "congresso da unidade" e da afirmação do seu partido como alternativa política.

Logo após a lista única para a Comissão Nacional do PS ter sido aprovada com 1612 votos favoráveis e apenas 71 brancos, o líder socialista considerou que Santa Maria da Feira ficará para o futuro "como o congresso da unidade".

A lista única para a Comissão Nacional do PS foi eleita com quase 96% dos votos dos delegados ao XIX Congresso, anunciou a presidente socialista, Maria de Belém Roseira.

Já o Conselho de Jurisdição do PS alcançou 1625 votos (96,5%) e 50 votos em branco, enquanto a Comissão Nacional de Fiscalização Económica e Financeira teve 1621 votos a favor (96,3%) e 62 votos em branco.