Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Santos Pereira diz que foi Franquelim Alves que denunciou fraude do BPN

Portugal

  • 333

O ministro da Economia defende que Franquelim Alves sempre mostrou dedicação "à causa pública", que está a ser alvo de "tentativa de linchamento público" e confirma que terá sido ele a denunciar a fraude do BPN ao Banco de Portugal, em 2008

O ministro da Economia, Álvaro Santos Pereira, afirmou hoje que Franquelim Alves sempre mostrou dedicação "à causa pública" e condenou a "tentativa de linchamento público" do novo secretário de Estado do Empreendedorismo.

"Em 43 anos de perfil profissional, Franquelim Alves foi sempre considerado pelas pessoas para quem trabalhou, quer como secretário de Estado num Governo anterior, quer no IGCP, quer à frente do Compete, mostrou uma dedicação muito grande à causa pública. Nesses 43 anos a questão da idoneidade e credibilidade não foi posta em causa", afirmou Santos Pereira.

O ministro da Economia e do Emprego, que está hoje a ser ouvido na comissão de Segurança Social e Trabalho, respondia a uma questão colocada pelo deputado socialista Nuno Sá sobre a "transparência" da nomeação de Franquelim Alves para o cargo de secretário de Estado do Empreendedorismo.

"Tem havido por parte de alguns partidos e de algumas pessoas uma tentativa de linchamento público, quando foi ele próprio que denunciou a fraude do BPN", acrescentou o ministro. 

Esta afirmação surge poucas horas depois de o site do Expresso ter noticiado que, em 2008, foi o secretário de Estado do Empreendedorismo, Franquelim Alves, quem enviou duas cartas ao Banco de Portugal a denunciar as irregularidades detetadas no grupo BPN, durante a sua passagem pela SLN, holding que controlava o banco.

De acordo com o Expresso, a primeira carta, de 15 de maio de 2008, denunciava a situação e que a segunda, com data de 2 de junho do mesmo ano, entrava em pormenores como, por exemplo, o que se passava em relação ao Banco Insular.

Santos Pereira explica escolha

O ministro da Economia, Álvaro Santos Pereira, acusou, depois, o PCP de estar a "fazer aproveitamento político" da nomeação de Franquelim Alves, antigo administrador da Sociedade Lusa de Negócios (SLN), para a secretaria de Estado do Empreendedorismo.

"Vou explicar por que é que escolhi Franquelim Alves. Neste momento, sabendo os desafios que temos pela frente, o currículo fala por si. Foi gestor da dívida pública e tem um currículo a nível financeiro irrepreensível", justificou o ministro Santos Pereira, em resposta às questões levantadas pelo deputado do PCP Jorge Machado.

"Numa altura em que estamos a reformular instrumentos financeiros para diversificar fontes de financiamento das PME e a combater a burocracia dos fundos comunitários, a experiência de Franquelim Alves é muito importante para essa remodelação", disse.