Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

"Recados de Relvas são certamente para o parceiro de coligação", diz o PS

Portugal

  • 333

O PS defendeu hoje que "não fica bem ao ministro Miguel Relvas enviar recados do estrangeiro ao parceiro de coligação"

O PS defendeu hoje que "não fica bem ao ministro Miguel Relvas enviar recados do estrangeiro ao parceiro de coligação", depois do ministro dos Assuntos Parlamentares ter afirmado, no Brasil, que este não é o momento para crise política.

Em reação às declarações do ministro Adjunto e dos Assuntos Parlamentares, que, em viagem oficial ao Brasil, disse hoje que "Portugal não precisa, não pode, não deve ter qualquer tipo de crise [política]" e que é preciso que todos rumem para o mesmo lado, o membro do Secretariado Nacional do Partido Socialista (PS) António Galamba veio hoje apontar os "recados" para o parceiro de coligação do PSD no Governo, desviando-os dos socialistas.

"Não fica bem ao ministro Miguel Relvas no estrangeiro enviar recados para o seu parceiro de coligação, o CDS-PP, sobre questões de estabilidade política. O Governo esconde-se em jogos de palavras, acha que isto é tudo uma questão de comunicação, mas o Governo falhou nas metas a que estava obrigado, o que obriga a que sejam os portugueses a ter que pagar pelo falhanço do Governo", disse à agência Lusa António Galamba.