Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

PS contra "jogos partidários" do Bloco e do PCP

Portugal

  • 333

O PS criticou terça-feira à noite o Bloco de Esquerda e o PCP por se excluírem do processo de diálogo aberto pelo Presidente da República, acusando-os de fazerem "jogos partidários"

Estas posições dos socialistas foram transmitidas no final da reunião com o Bloco de Esquerda, através de um comunicado lido pelo dirigente Óscar Gaspar, assessor da direção do PS para os assuntos financeiros e económicos.

No comunicado, os socialistas referiram que a reunião, na sede do PS, que durou pouco mais de uma hora, se realizou a pedido do Bloco, tendo lugar numa conjuntura "de emergência nacional, em que todos os diálogos interpartidários são essenciais" para se encontrarem "soluções para os graves problemas que o país atravessa".

"O PS não recusa nenhum diálogo, nem excluiu nenhum partido nesse diálogo, sobretudo, quando a situação do país exige o contributo de todos", sublinham os socialistas.

"O país dispensa este jogo partidário. O PS não entra neste jogo partidário. O PS está empenhado no processo de diálogo, lamenta uma vez mais que o BE e o PCP tenham recusado dar o seu contributo", critica ainda o PS