Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Portas interrompido por gritos de "assassinos!" nas galerias

Portugal

  • 333

O vice-primeiro-ministro viu hoje interrompido o discurso de encerramento no debate do Orçamento do Estado para 2014 por gritos de "assassinos" vindos de manifestantes nas galerias da Assembleia da República. VEJA AS FOTOS E O VÍDEO

"Assassinos, assassinos!", foi a palavra de ordem mais ouvida, por breves minutos, até a presidente da Assembleia da República, Assunção Esteves, ordenar à polícia a evacuação das galerias reservadas aos cidadãos no Parlamento.

Os cerca de 20 manifestantes, que empunharam papéis a formar a palavra "Rua" e outros cartazes - com a inscrição "carrascos do povo", por exemplo -, gritaram ainda que "está na hora de o Governo se ir embora" e "fascistas!".

"Senhora Presidente, aqui reafirmo a minha convicção do direito ao protesto e a confiança na representação popular do povo português, em nome do qual cada um de nós aqui está", retomou então Paulo Portas.

A retirada dos protestantes foi forçada pelos agentes da PSP presentes e os papéis prontamente rasgados e arrancados das suas mãos, embora alguns tenham caído ou sido arremessados para o hemiciclo, junto de vários deputados.

À porta da Assembleia da República, junto às escadarias, vários milhares de pessoas reuniram-se e protestaram também contra o executivo liderado por Passos Coelho e a sua proposta de orçamento, numa ação convocada pela CGTP. 

Chegue atrasado Por duas razões: Em primeiro lugar para evitar ter de fazer sala com aquela colega aborrecida com quem nunca trocou uma palavra e que é sempre a primeira a chegar; E em segundo, porque, assim, quando chegar, todos terão uma desculpa para interromper as conversas de circunstância: "Olha quem chegou!"
1 / 7

Chegue atrasado Por duas razões: Em primeiro lugar para evitar ter de fazer sala com aquela colega aborrecida com quem nunca trocou uma palavra e que é sempre a primeira a chegar; E em segundo, porque, assim, quando chegar, todos terão uma desculpa para interromper as conversas de circunstância: "Olha quem chegou!"

Nunca se ofereça para planear... e muito menos para limpar Os "homens a sério", garante a GQ, deixam os detalhes sujos para os outros, porque estão ocupados a ter ideias fantásticas
2 / 7

Nunca se ofereça para planear... e muito menos para limpar Os "homens a sério", garante a GQ, deixam os detalhes sujos para os outros, porque estão ocupados a ter ideias fantásticas

Leve sempre um acompanhante É a melhor desculpa para ser anti-social
3 / 7

Leve sempre um acompanhante É a melhor desculpa para ser anti-social

Guarde as substâncias ilícitas para quando o patrão estiver a falar Pode querer sair dalí quando estiver a ouvir falar do ótimo desempenho da empresa que em nada reverte para si
4 / 7

Guarde as substâncias ilícitas para quando o patrão estiver a falar Pode querer sair dalí quando estiver a ouvir falar do ótimo desempenho da empresa que em nada reverte para si

Se não houver um «depois da festa», faça com que haja Só para o caso de precisar desanuviar depois da festa oficial
5 / 7

Se não houver um «depois da festa», faça com que haja Só para o caso de precisar desanuviar depois da festa oficial

Coma antes de ir Com todos os cortes que todas as empresas estão a enfrentar, é melhor não arriscar
6 / 7

Coma antes de ir Com todos os cortes que todas as empresas estão a enfrentar, é melhor não arriscar

Coma antes de ir Com todos os cortes que todas as empresas estão a enfrentar, é melhor não arriscar
7 / 7

Coma antes de ir Com todos os cortes que todas as empresas estão a enfrentar, é melhor não arriscar