Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Portas anuncia que a TSU das pensões não avança

Portugal

  • 333

O vice-primeiro ministro esclarece, porém, que a convergência entre os regimes de pensões da Caixa Geral de Aposentações e o regime geral de pensões se mantém

A contribuição especial sobre as pensões, que ficou conhecida como a TSU das pensões, não avançará no próximo ano, anunciou hoje o vice-primeiro-ministro Paulo Portas.

O resultado das avaliações foi hoje apresentado pela ministra das Finanças, Maria Luís Albuquerque, e pelo vice-ministro Paulo Portas, mas desta vez na Presidência do Conselho de Ministros, num dia em que o Governo não fez o habitual briefing na sequência da reunião do Governo.

"A chamada TSU das pensões não avançará", garantiu Paulo Portas, dizendo logo de seguida que isso não quer dizer que a convergência entre os regimes de pensões da Caixa Geral de Aposentações e o regime geral de pensões tenha caído também.