Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Portas aceita pagar "um preço de reputação"

Portugal

  • 333

O presidente do CDS-PP dirigia-se aos partidos da oposição, que se referiram nas suas intervenções ao caráter "irrevogável" da sua demissão

O ministro dos Negócios Estrangeiros, Paulo Portas, afirmou hoje preferir pagar "um preço de reputação" do que não fazer o que deve para "um futuro melhor", voltando a defender a proposta pela maioria apresentada ao Presidente da República.

"Prefiro pagar um preço de reputação nas vossas intervenções do qie não fazer o que posso e o que devo para um futuro melhor", afirmou Paulo Portas, no encerramento do debate do 'estado da Nação', numa intervenção em que citou Sá Carneiro e Adriano Moreira.

O também presidente do CDS-PP dirigia-se aos partidos da oposição, que se referiram nas suas intervenções ao caráter "irrevogável" da sua demissão do Governo, onde acabou por permanecer.