Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

PCP acusa PR de promover "negociata política" e calar voz do povo

Portugal

  • 333

O secretário-geral do PCP acusou hoje o Presidente da República de ser "cúmplice" de uma "negociata política", ao propor um acordo entre PSD, PS e CDS-PP, e reinvindicou novamente o direito constitucional de eleições.

"O Presidente, cúmplice com esta política e este Governo, passa a promotor desta negociata política em que a importância da opinião e a decisão de voto, esse direito fundamental dos portugueses, foi profundamente maltratado, na medida em que não admite que o povo português possa decidir pela votação sobre outras soluções políticas para o nosso país", afirmou Jerónimo de Sousa, no Parlamento.

Cavaco Silva, em comunicação ao país, propôs um "compromisso de salvação nacional" entre sociais-democratas, socialistas e democratas-cristãos, para permitir cumprir o programa de ajuda externa, embora prevendo o cenário de eleições legislativas antecipadas, em junho de 2014.