Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Passos: "Não sou um cidadão perfeito"

Portugal

O primeiro-ministro alega que querem expor a sua vida fiscal, reconhece que não é um cidadão perfeito, mas avisa que está preparado para tudo. VEJA O VÍDEO

"Eu quero dizer com muito à vontade a todas as senhoras deputadas e aos senhores deputados que eu estou pessoalmente e a minha família está pessoalmente preparada para neste ano de eleições enfrentar todo esse tipo de debate político", declarou Pedro Passos Coelho, no encerramento das jornadas parlamentares do PSD, na Alfândega do Porto.

O presidente dos sociais-democratas e chefe do executivo PSD/CDS-PP referiu que foi questionado pela comunicação social sobre a eventual entrega de declarações fora de prazo e, dirigindo-se a quem quer "remexer" na sua vida, disse que já se atrasou com certeza muitas vezes, mas que quando o Estado lhe exigiu sempre pagou o que devia, e nunca usou o cargo de primeiro-ministro em seu benefício.

"Não sou nem nunca arvorei ser um cidadão perfeito, tenho as minhas imperfeições", disse ainda Passos Coelho, garantindo, no entanto, que cumpriu sempre com as suas obrigações.