Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Passos Coelho ouve "Grândola" e mais insultos

Portugal

  • 333

Cerca de 30 manifestantes cantaram mais uma vez o "Grândola, Vila Morena" ao primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, desta vez à saída de uma conferência, em Lisboa

Os manifestantes, com uma faixa em que se lia "fora, Passos" e "fora, Portas" esperaram Passos Coelho na entrada principal de um evento promovido pela rádio TSF, no Pátio da Galé, mas o chefe de Governo entrou por uma entrada lateral.

À saída, e já ligeiramente em maior número, os manifestantes estavam na porta lateral e cantaram alguns versos do tema de José Afonso. À passagem da viatura de Passos Coelho, os manifestantes gritaram depois  "gatuno". 

Na conferência, o primeiro-ministro defendeu que "a indignação por si só não é suficiente" para "uma política de resposta à crise" e afirmou que perder de vista a "serenidade", "objetividade a "civilidade" causa "danos" à democracia.

"Não só ninguém se pode arrogar o monopólio da consternação perante as dificuldades e os sofrimentos das pessoas, como também a indignação por si só não é suficiente para constituir uma política de resposta à crise", afirmou Pedro Passos Coelho