Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Passos Coelho anuncia reforço de poder de Portas

Portugal

  • 333

O primeiro-ministro anuncia que PSD e CDS vão concorrer juntos nas próximas eleições europeias. Portas vai ficar e terá a responsabilidade de negociar com a troika

O primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, anunciou hoje ter proposto ao Presidente da República que Paulo Portas assuma o cargo de vice-primeiro-ministro com a responsabilidade pela coordenação das políticas económicas e do relacionamento com a 'troika'.

Primeiro-ministro garante também que Maria Luís Albuquerque continuará como ministra das Finanças, mas perde a tutela das negociações com a troika.

Passos diz que o acordo entre PSD e CDS-PP foi ontem comunicado ao Presidente da República, que está agora a analisá-lo.

"Uma coligação é um compromisso permanente", diz Passos, que assegura que foi encontrada uma "solução governativa estável" para "iniciar um novo ciclo da nossa vida nacional".

"É nossa obrigação enquanto líderes dos partidos da coligação assegurar a estabilidade política do país", acrescenta, garantindo que "o acordo é alargado e sólido".