Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Maior problema é em Santa Cruz, com fogo perto das casas

Portugal

  • 333

O concelho de Santa Cruz, no Sítio das Morenas era, ao início da manhã de hoje, a situação mais complicada dos incêndios na Madeira, com "o fogo muito perto das casas". VEJA O VÍDEO

O concelho de Santa Cruz foi durante o dia de quinta-feira o mais atingido pelos incêndios de grande intensidade que estão a assolar a ilha da Madeira desde domingo passado, que consumiram muitos hectares de floresta e mato, destruíram várias habitações e obrigaram à evacuação de algumas zonas habitacionais.

Os vários reacendimentos fazem de Santa Cruz a situação mais problemática desta manhã, a par com um novo novo incêndio que surgiu na Fonte do Bispo (Calheta).  

O presidente da Proteção Civil da Madeira, Luis Néri, disse à agência Lusa que o caso da Fonte do Bispo é o mais recente e "vai ser avaliado no local", para onde foram deslocados quatro viaturas e 15 bombeiros. "Ainda não sabemos se é o suficiente ou é demais, o comandante da corporação da Calheta está a caminho do local e depois faremos uma reavaliação", adiantou.

Fogo obriga população a abandonar casas na Camacha

As chamas que lavraram no concelho da Camacha, Santa Cruz, durante a noite, obrigaram parte da população de Rachão de Cima a abandonar as suas casas, apesar dos esforços dos bombeiros.

"A zona alta da Camacha de facto está a causar ainda muita preocupação, mas posso dizer que todos os meios disponíveis estão a concentrar-se no local", disse à Lusa esta madrugada o presidente da Câmara daquele concelho.