Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Greve dos professores mantém-se apesar dos 'avanços' nas negociações

Portugal

Gonçalo Rosa da Silva

O secretário-geral da Federação Nacional dos Professores (Fenprof), Mário Nogueira, anuncia que, para já, a greve dos professores mantém-se, apesar dos "avanços significativos" nas negociações com o Governo

"A greve mantém-se. Hoje, o apelo que fazemos aos professores é que mantenha a greve em níveis muito elevados. É muito importante", disse o secretário-geral da Fenprof, justificando que ainda "nada foi concluído e não se sabe o que vai acontecer" nas negociações com o Governo.

Mário Nogueira disse ainda que só dará mais esclarecimentos após a reunião desta manhã com o ministério da Educação.

Também o presidente da Federação Nacional de Educação (FNE) admitie que as propostas do Ministério da Educação para os professores "são um ponto de partida para continuar o trabalho e apostar na convergência".

Sem revelar o teor do documento, à saída da demorada reunião que manteve no Ministério da Educação, na segunda-feira, João Dias da Silva disse que as propostas "contêm alguns aspetos que significam alterações" em matérias como a mobilidade interna dos professores.

João Dias da Silva disse que "o documento não corresponde à totalidade das pretensões da FNE e que em alguns pontos se distancia das posições da organização sindical".