Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Greve afeta sobretudo Saúde e transportes

Portugal

  • 333

Reuters

A Federação Nacional dos Sindicatos dos Trabalhadores em Funções Públicas e Sociais (FNSTFPS) a adesão à greve desta quinta-feira está entre os 70 e os 90%. A Saúde é uma das áreas mais afetadas

Até ao meio-dia desta quinta-feira, os sindicatos situavam a adesão à greve entre os 60 e os 100% consoante os setores. Na função pública, 70 a 90% dos trabalhadores não estarão ao serviço.

Segundo as contas da Federação Nacional dos Sindicatos dos Trabalhadores em Funções Públicas e Sociais (FNSTFPS), esta adesão demonstra "uma clara exigência" de demissão do Governo. Em comunicado, citado pelo site do Expresso, a FNSTFPS considera que "os dados já reunidos de adesão à greve geral de hoje, colocam o actual governo mais próximo da rua".

"Por todo o País, os trabalhadores da Administração Pública aderiram de forma muito significativa à greve geral de hoje, com níveis de adesão que se cifram entre os 70 e os 90%, nomeadamente nos sectores da Saúde, da Justiça, das Finanças, da Segurança Social e da Educação", pode ler-se no mesmo comunicado.

A SIC Notícias avança que a maioria dos hospitais está a funcionar apenas com serviços mínimos, enquanto nos transportes, a adesão na CP é de 100% e nos barcos que fazem a travessia do Tejo de 95 por cento.