Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Governo vai decidir para a semana cortes de 600 milhões nos ministérios

Portugal

  • 333

O Executivo vai decidir para a semana cortes de 600 milhões de euros nos orçamentos ministeriais, aos quais se somarão cortes na segurança social, saúde, educação e empresas públicas de montante equivalente

Pedro Passos Coelho adiantou que o despacho do ministro das Finanças que proíbe a contração de novas despesas em todo o setor público deixará de vigorar na próxima semana, quando o Conselho de Ministros fixar os referidos "esforços suplementares a realizar pelos programas orçamentais" de cada ministério.

"Nós iremos substituir as medidas que foram inviabilizadas pelo Tribunal Constitucional de duas maneiras. Em primeiro lugar, com um esforço adicional dos programas orçamentais de cerca de 600 milhões. Outros 600 milhões advirão de medidas que serão antecipadas de 2014 para 2013", afirmou Passos Coelho, no final de um encontro com o seu homólogo finlandês, na residência oficial de São Bento, em Lisboa.