Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Governo admite retirar taxa audiovisual a quem não use serviço

Portugal

  • 333

O Governo equaciona retirar da fatura de eletricidade a taxa de audiovisual que é cobrada também a consumidores como oficinas e padarias, realocando-a antes a quem usa serviços de telecomunicações

À margem de uma visita à Central Termoelétrica de Biomassa das Terras de Santa Maria, em Oliveira de Azeméis, o secretário de Estado da Energia, Artur Trindade, defendeu que "talvez fosse correto incluir os consumidores de telecomunicações como pagantes desses serviços [de funcionamento da atividade audiovisual], em vez de taxar exclusivamente os consumidores de energia elétrica".

Referindo que essa possibilidade vem a ser estudada na sequência de queixas apresentadas por consumidores e por associações que os representam, o governante explica que o objetivo da medida seria corrigir uma situação "injusta" para com várias entidades que estão a pagar por um serviço do qual não usufruem.