Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Ex-autarca "desenrascou" amigos com dinheiro da Junta

Portugal

  • 333

O ex-presidente da Junta de Perelhal, em Barcelos, Domingos Oliveira, confessou esta terça-feira, em tribunal, que utilizou dinheiros daquela autarquia para resolver problemas pessoais e para "desenrascar" amigos, mas garantiu que já devolveu tudo

"Considero que não cometi crime algum, porque não me apropriei de valor algum da Junta. É verdade que usei algum dinheiro da Junta em circunstâncias especiais da minha vida, mas devolvi tudo. Nada devo à Junta neste momento", referiu Domingos Oliveira.

O autarca falava no Tribunal de Barcelos, na primeira sessão do julgamento em que é acusado, pelo Ministério Público, dos crimes de peculato, por alegadamente se ter apropriado de perto de 115 mil euros pertencentes à Junta, e de falsificação de cheques.

O arguido já devolveu, entretanto, devolvido uma grande parte do dinheiro.

Domingos Oliveira foi presidente da Junta de Perelhal entre 2001 e 2009, sendo que recebia em casa toda a correspondência da autarquia.

Segundo a acusação, em causa estão cheques enviados pela Câmara de Barcelos, que o arguido depositaria na sua conta pessoal, depois de falsificar a assinatura dos outros membros do seu executivo.

O cheque de valor mais elevado (65 mil euros) dizia respeito à indemnização pela passagem da gestão do sistema de abastecimento de água da Junta para a Câmara.

Outros cheques eram para pagamento de trabalhos de pavimentação e para as gratificações dos cidadãos que estiveram a trabalhar nas eleições para a Presidência da República.

O Ministério Público garante que um dos cheques, no valor de 9.600 euros, foi parar à conta bancária da filha do autarca.

Ainda segundo a acusação, Domingos Oliveira manipulou as contas de gerência da Junta de 2005, 2006 e 2007, fazendo constar na rubrica "receitas da Câmara" valores "muito abaixo" dos efetivamente transferidos pelo Município.