Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Cavaco Silva: "Mais sacrifícios exigem maior preocupação da Justiça"

Portugal

  • 333

O Presidente da República, Cavaco Silva, advertiu esta quarta-feira que, quanto maiores são os sacrifícios, maior tem de ser a preocupação de justiça na sua repartição, para que seja garantida a coesão social e intergeracional VEJA AS FOTOS

No Projeto Casa, em Azeitão, todas as noites há cerca de 80 famílias à espera de que sobre comida nos restaurantes da zona, para apaziguarem os seus estômagos. Mas os restaurantes também estão em crise
1 / 16

No Projeto Casa, em Azeitão, todas as noites há cerca de 80 famílias à espera de que sobre comida nos restaurantes da zona, para apaziguarem os seus estômagos. Mas os restaurantes também estão em crise

N'A casinha da Lasanha, sobraram hoje apenas três pescadinhas e umas poucas doses de sopa.O pequeno take-away de Azeitão ajuda com o que pode, sabendo que há ex-clientes entre aqueles que agora pedem apoio alimentar
2 / 16

N'A casinha da Lasanha, sobraram hoje apenas três pescadinhas e umas poucas doses de sopa.O pequeno take-away de Azeitão ajuda com o que pode, sabendo que há ex-clientes entre aqueles que agora pedem apoio alimentar

Este trabalho é feito por voluntários que todos os dias dão algum do seu tempo, para ajudar na recolha e distri buição dos alimentos
3 / 16

Este trabalho é feito por voluntários que todos os dias dão algum do seu tempo, para ajudar na recolha e distri buição dos alimentos

O transporte das refeições muitas vezes é feito nos carros particulares dos voluntários,mas com as devidas condições de acondicionamento
4 / 16

O transporte das refeições muitas vezes é feito nos carros particulares dos voluntários,mas com as devidas condições de acondicionamento

A lista das famílias carenciadas cresce de noite para noite
5 / 16

A lista das famílias carenciadas cresce de noite para noite

Os coordenadores do projeto ponderam, por isso, começar a cozinhar algumas refeições para dar resposta a todos os que batem à porta desta Casa
6 / 16

Os coordenadores do projeto ponderam, por isso, começar a cozinhar algumas refeições para dar resposta a todos os que batem à porta desta Casa

Na mesma noite, são redistribuídas pelas famílias inscritas
7 / 16

Na mesma noite, são redistribuídas pelas famílias inscritas

A espera muitas vezes é feita na rua ao frio e à chuva
8 / 16

A espera muitas vezes é feita na rua ao frio e à chuva

A família Lopes só se desloca de carro uma vez por semana pois não tem dinheiro para o combustível
9 / 16

A família Lopes só se desloca de carro uma vez por semana pois não tem dinheiro para o combustível

O regresso a casa
10 / 16

O regresso a casa

É quase meia-noite quando Tiago Anselmo, de 9 anos, começa a jantar. O irmão João, de 4 anos, já dorme, ao lado da bisavó Arminda, de 90 anos.
11 / 16

É quase meia-noite quando Tiago Anselmo, de 9 anos, começa a jantar. O irmão João, de 4 anos, já dorme, ao lado da bisavó Arminda, de 90 anos.

O miúdo divide a dose de pescadinhas com a avó, Bárbara Lopes, 68 anos, e com a mãe, Teresa Pinto, 44 anos, que está desempregada.
12 / 16

O miúdo divide a dose de pescadinhas com a avó, Bárbara Lopes, 68 anos, e com a mãe, Teresa Pinto, 44 anos, que está desempregada.

Vai dormir tarde, num dia de escola – mas pelo menos a sua barriga já não dá horas
13 / 16

Vai dormir tarde, num dia de escola – mas pelo menos a sua barriga já não dá horas

Mesmo nao sendo a comida preferida João comeu tudo
14 / 16

Mesmo nao sendo a comida preferida João comeu tudo

Esta família amanhã não sabe que refeição terá na mesa
15 / 16

Esta família amanhã não sabe que refeição terá na mesa

Esta família amanhã não sabe que refeição terá na mesa
16 / 16

Esta família amanhã não sabe que refeição terá na mesa

"O nosso tempo é um tempo de trabalho árduo e de sacrifícios, mas deve ser um tempo de justiça e de equidade. Quanto maior é a dimensão dos sacrifícios exigidos, maior tem de ser a preocupação de justiça na sua repartição", afirmou.

O Presidente da República discursava na sessão solene da abertura do Ano Judicial, perante os operadores da Justiça e responsáveis políticos, no Supremo Tribunal de Justiça.

Cavaco Silva advertiu que "do respeito pelos princípios da justiça e da equidade" depende a preservação do "valor supremo" da coesão nacional. "Ao contribuir para a garantia da coesão social e da coesão intergeracional, a Justiça é um fator determinante de estabilidade e de paz social", sublinhou.

O Presidente da República frisou que a Justiça "deve constituir, em si mesma, um elemento de integração e um fator de coesão na sociedade portuguesa, através de uma resolução atempada dos litígios e de uma afirmação permanente da autoridade democrática na defesa dos direitos dos cidadãos".

Marinho Pinto arrasador

O bastonário da Ordem dos Advogados, Marinho Pinto, acusou os tribunais de servir para legitimar atos de corrupção. No discurso de abertura do ano judicial, Marinho Pinto afirmou que os cidadãos não podem confiar na justiça e que as leis têm cada vez menos qualidade. O bastonário criticou ainda as reformas no setor e acusou o Governo de agir com populismo na matéria.