Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Cavaco desafia partidos de esquerda a apresentarem moção de censura

Portugal

  • 333

O Presidente da República afirmou hoje que as forças políticas que queiram "afastar o Governo" não devem "esperar que sejam outros" a fazer um trabalho que lhes compete

O Presidente da República afirmou hoje que uma força política que queira "afastar o Governo" deve apresentar uma moção de censura no Parlamento e não "esperar que sejam outros" a fazer um trabalho que lhe compete.

"Nos termos da Constituição, quem determina ou não a continuidade de um Governo é a Assembleia da República. Uma força política que queira afastar o Governo o que tem que fazer, nos termos da Constituição, é apresentar uma moção de censura e conseguir convencer a maioria dos deputados em efetividade de funções a votar favoravelmente", afirmou Cavaco Silva.

"É cada força política que tem que fazer o seu próprio trabalho e não esperar que sejam outros a fazer aquilo que a ela compete. É o que diz a Constituição", acrescentou.

Cavaco recebe Seguro esta quarta-feira

O Presidente da República, Aníbal Cavaco Silva, recebe o secretário-geral do PS, António José Seguro, em audiência na quarta-feira, às 16:30, segundo uma nota publicada hoje no 'site' da Presidência.

Na segunda-feira, numa conferência de imprensa na sede do PS após a demissão de Vítor Gaspar, o porta-voz do partido, João Assunção Ribeiro, anunciou que o líder socialista tinha pedido uma audiência com caráter de urgência ao chefe de Estado.

Governo deu garantias sobre nova ministra

O Presidente da República, Cavaco Silva, afirmou hoje ter recebido do primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, a "garantia absoluta" de que sobre a futura ministra das Finanças "não pesa" nada de "menos correto".

"O primeiro-ministro deu-me a garantia absoluta de que sobre a doutora Maria Luís Albuquerque não pesa qualquer coisa menos correta. Foi uma garantia absoluta que recebi do senhor primeiro-ministro", afirmou Cavaco Silva.

O Chefe de Estado falava aos jornalistas à margem de uma cerimónia do Dia da PSP, em Lisboa.