Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Adjunto político de Miguel Relvas demite-se por trocar SMS com Silva Carvalho

Portugal

O ex-jornalista Adelino Cunha anunciou a sua demissão do cargo de adjunto político, depois de serem conhecidas mensagens que trocou com o ex-diretor do SIED, Jorge Silva Carvalho

O ex-jornalista Adelino Cunha anunciou hoje a sua demissão do cargo de adjunto político do ministro-Adjunto e dos Assuntos Parlamentares, Miguel Relvas, através de uma nota enviada à agência Lusa.

Nessa nota, Adelino Cunha afirma ter mantido, por sua iniciativa, contactos com o ex-diretor do Serviço de Informações Estratégicas de Defesa (SIED) Jorge Silva Carvalho durante o período em que exerceu funções no gabinete do ministro Miguel Relvas.

Depois de referir contactos que manteve com Jorge Silva Carvalho, Adelino Cunha acrescenta: "Apresentei o pedido de demissão, que o ministro-Adjunto e dos Assuntos Parlamentares aceitou".