Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

A gravação que trama o Fisco

Portugal

Na sua edição de amanhã, a VISÃO revela a gravação que contraria a narrativa do Governo e do Fisco sobre a lista VIP. E adianta que os acessos ao cadastro fiscal do Presidente da República também foram investigados pelos serviços de auditoria. OIÇA JÁ EXCERTOS da intervenção de Vítor Lourenço, perante mais de 200 pessoas do Fisco e de vários ministérios, na qual explica como funciona o "pacote VIP".

Governo e Fisco desmentiram aquilo que, no dia 20 de janeiro, o chefe de serviços de auditoria da Autoridade Tributária divulgara a mais de 500 pessoas: a existência da lista de contribuintes VIP, sobretudo da área política, criada no âmbito do Fisco.

Tal como a VISÃO adiantou na passada semana, Vítor Lourenço esteve na manhã daquele dia na Torre do Tombo, em Lisboa, numa ação de formação para 300 inspetores tributários estagiários. Aí, segundo vários testemunhos, referiu-se à existência de uma "bolsa VIP". À tarde, porém, utilizou a expressão "pacote VIP" durante uma sessão idêntica, para mais de 200 candidatos a inspetores tributários oriundos da AT e de vários ministérios.

É a gravação da sessão daquela tarde que a VISÃO revela na sua edição de amanhã, mas sobre a qual pode já ouvir alguns excertos. Além de se referir várias vezes à existência do "pacote VIP", o chefe de serviços de auditoria explica o funcionamento da mesma e adianta parte do que se passou com os acessos ao cadastro fiscal de nomes famosos.

Fica-se assim a saber, por exemplo, que também o Presidente da República fará parte da referida lista, pois os acessos ao seu ficheiro foram detetados "na hora" e objeto de investigação em tempo recorde.

Além disso, a gravação permite escutar Vítor Lourenço a explicar algumas das fragilidades do nosso sistema fiscal. "Por força dos casos conhecidos estamos longe de atingir a perfeição na confidencialidade, estamos longe de atingir a perfeição da integridade, estamos longe de atingir a perfeição na disponibilidade (...)", admite.

Na edição de amanhã, saiba também que os processos disciplinares em curso na Autoridade Tributária estão relacionados com os acessos alegadamente indevidos ao cadastro fiscal de Pedro Passos Coelho, Paulo Portas e do ex-ministro Manuel Pinho. Conheça estes e outros dados relacionados com a polémica relacionada com a lista de contribuintes VIP.

EXCERTOS DA INTERVENÇÃO DE VÍTOR LOURENÇO, CHEFE DOS SERVIÇOS DE AUDITORIA DA AUTORIDADE TRIBUTÁRIA

Quando: 20 de janeiro de 2015

Onde: Direção de Finanças de Lisboa

O quê: Ação de formação para inspetores tributários estagiários oriundos do Fisco e de vários ministérios.

Bolsa VIP existe

Impunidade

Controlo

Pilares do Sistema

Passos Coelho

Cavaco Silva

SAIBA MAIS SOBRE ESTE TEMA: