Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Adalberto Campos Fernandes vai dar aulas na Faculdade de Farmácia

Portugal

Marcos Borga

Ex-Ministro da Saúde irá reforçar a área da Política e Economia da Saúde

Sara Sá

Sara Sá

Jornalista

Ao fim de três anos à frente do Ministério da Saúde, Adalberto Campos Fernandes irá voltar à escola. Neste caso, à universidade, para dar aulas na área da Política e Economia da Saúde. O convite foi feito pela Faculdade de Farmácia da Universidade de Lisboa, depois de aprovado, por unanimidade, pelo Conselho Científico da mesma universidade.

Além de médico, com especialidade em Saúde Pública, Adalberto Campos Fernandes ganhou reputação como gestor, à frente do Hospital de Cascais e do Centro Hospitalar Lisboa Norte. Pouco tempo antes de ingressar o executivo de António Costa defendeu a sua tese de doutoramento, com o tema "a relação ou combinação entre Público-Privado em Saúde." Uma escolha natural, portanto, defendeu à Visão Rogério Gaspar, presidente do Departamento de Sócio Farmácia, a que o ex-Ministro se irá juntar. "É uma pessoa com doutoramento numa área que nos interessava. Convidámos e ele aceitou."

De acordo com a página da Faculdade de Farmácia da Universidade de Lisboa, o Departamento de Sócio Farmácia tem como objetivos principais "a prestação de serviços ao exterior e a realização de atividades de extensão universitária, no domínio da formação contínua e da promoção da inovação."

Substituído na pasta da Saúde por Marta Temido, o ex-Ministro deixou o Governo na última remodelação, depois de três anos à frente de um setor que enfrenta greves de médicos e enfermeiros. Não será a sua primeira experiência como professor. Anteriormente, tinha dado aulas na Escola Nacional de Saúde Pública.