Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Novos ministros tomaram posse e Marcelo guardou um abraço para Constança

Portugal

Marcos Borga

Mudanças no Governo oficializadas esta manhã, no Palácio de Belém

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, deu posse, na manhã deste sábado, aos novos ministros da Administração Interna, Eduardo Cabrita, e Adjunto do primeiro-ministro, Pedro Siza Vieira, numa curta cerimónia no Palácio de Belém.

Juntamente com estes ministros foram também empossados quatro secretários de Estado, dois deles novos elementos na equipa do Governo liderado por António Costa.

Na equipa da Administração Interna, Eduardo Cabrita manteve como secretária de Estado Adjunta Isabel Oneto e foi criado o cargo de secretário de Estado da Proteção Civil, que estará a cargo do ex-presidente da Câmara de Arouca, José Artur Neves. Transita ainda para o Ministério da Administração Interna o secretário de Estado das Autarquias Locais, Carlos Miguel.

O abraço de Marcelo à ex-ministra

O abraço de Marcelo à ex-ministra

Marcos Borga

Já o ministro Adjunto do primeiro-ministro, o advogado Pedro Siza Vieira - que exercia até agora, por nomeação do executivo socialista, as funções de membro da Estrutura de Missão para a Capitalização das Empresas -, fica com funções estritamente políticas, sem secretários de Estado sob a sua tutela.

A nova secretária de Estado para a Cidadania e Igualdade, Rosa Lopes Monteiro, que substitui nestas funções Catarina Marcelino, ficará sob a tutela da ministra da Presidência, Maria Manuel Leitão Marques.

Estas mudanças no Governo acontecem na sequência da demissão ocorrida na quarta-feira de Constança Urbano de Sousa da pasta da Administração Interna, depois de no domingo se terem registado centenas de fogos a norte do Tejo, que provocaram até agora 43 mortos e cerca de 70 feridos, mais de uma dezena dos quais em estado grave. Esta manhã, durante a cerimónia da tomada de posse dos novos governantes, Marcelo confortou a ex-ministra com um abraço.