Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

A importância do testemunho de Fernanda Câncio

Portugal

Fernanda Câncio assina uma peça de opinião na VISÃO, onde explica que a sua principal motivação é reagir à “tentativa de destruir” a sua “reputação pessoal e profissional”, num texto claramente pessoal e carregado de emotividade. É um testemunho inesperado e revelador

Fernanda Câncio, a jornalista que teve uma relação pessoal com José Sócrates, faz, nesta edição da VISÃO, o seu “esclarecimento público” sobre os episódios e situações que viveu nos últimos anos e que estão, de alguma forma, referidos no Processo Marquês em que o antigo primeiro-ministro é figura central.

Para a VISÃO, o documento que a jornalista escreveu e nós recebemos é um importante testemunho. Por isso o publicamos e lhe damos destaque. Por ele se percebe como José Sócrates se relacionava com o mundo e com o dinheiro e como tudo isso era acompanhado e visto por alguém que lhe era muito próximo.

Diz a autora que a sua principal motivação é reagir à “tentativa de destruir” a sua “reputação pessoal e profissional”, num texto claramente pessoal e carregado de emotividade. Não é um texto jornalístico; é um depoimento na primeira pessoa, feito por alguém que sentiu necessidade de se defender. Não será, certamente, um esclarecimento distante, desinteressado de quem consegue ter uma visão independente e fria sobre o que versa. Mas é, obviamente, um “esclarecimento” que merece ser analisado por aqueles que querem entender o Processo Marquês e os seus protagonistas.

SAIBA MAIS NA EDIÇÃO 1210 DA VISÃO DESTA SEMANA, JÁ NAS BANCAS