Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Rebelo de Sousa: o poder da família

Portugal

Baltazar Rebelo de Sousa, pai de Marcelo, António e Pedro, à chegada a Lourenço Marques, como governador-geral de Moçambique

DR

O clã Rebelo de Sousa está no poder desde os anos 50. O pai, Baltazar, foi ministro do Estado Novo e deputado aos 32 anos. António, o irmão do meio, fundou a JSD. Pedro, o mais novo, privatizou um banco nos tempos do cavaquismo. E Marcelo chegou a Belém. Histórias de quem tem a política no sangue

Era uma vez um pai que vibrava com política e que influenciou, com a sua paixão e o seu exemplo, os seus três filhos ao ponto de um deles tomar posse, dentro de dias, como Presidente da República. A história dos Rebelo de Sousa podia começar a ser contada assim, de forma convencional, mas não.

Em oito páginas (não se assuste com o tamanho porque há uma série de caixas, caixinhas, lições de vida, destaques, legendas e resumos a pontuar a leitura do artigo), a Visão que amanhã estará nas bancas traça o perfil cruzado deste clã, que está no poder desde os anos cinquenta.

A figura central é Baltazar Rebelo de Sousa, o pai de Marcelo (Presidente eleito), António (professor de economia, primeiro líder da JSD e ex-deputado do PSD e do PS) e Pedro (advogado e sócio fundador de um escritório que já assessorou o Estado em grandes negócios). É dele, e só dele, que fala o texto que se segue. Saiba já algumas curiosidades sobre Baltazar Rebelo de Sousa e leia o resto sobre a família na VISÃO em papel.

O pai Baltazar

PCP
Baltazar nasceu a 16 de abril de 1921, ano da criação do PCP, numa casa que viria a ser um centro de trabalho do PCP, em Lisboa

CURSO
Perdeu o pai aos seis anos e a mãe casou-se de novo com um comerciante de Fafe, que o obrigou a seguir Medicina, contra a sua vontade

CASAMENTO
Casou-se com Maria das Neves contra o desejo das famílias e sem convidados. A boda foi organizada pelos padrinhos Teresa e Marcello Caetano

BOLEIA
Foi Marcello Caetano quem levou Maria das Neves até à maternidade, quando Marcelo nasceu, em 1948, porque Baltazar não tinha carro

SALAZAR
Assinou a certidão de óbito de Salazar, a 27 de julho de 1970, por ser médico e superministro das Corporações e Previdência Social e da Saúde e Assistência

POUPANÇAS
Quando foi para Moçambique, em 1968, tinha 800 contos de heranças, 300 contos em dinheiro e 300 contos em ações

PISCINA
Não adorava nadar, mas gostava de ir à piscina do Estoril Sol, onde se juntava quase todo o Conselho de Ministros no Verão

TODA "A HISTÓRIA DOS REBELO DE SOUSA" NA VISÃO DESTA SEMANA

DISPONÍVEL TAMBÉM EM

iPad

Edição digital