Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

O primo suspeito da ministra Van Dunem

Portugal

A VISÃO desta semana aprofunda a história e o percurso da discreta e elogiada procuradora, a quem chamavam "princesa do Ministério Público", até chegar agora a ministra da Justiça. Aqui se conta o caso do primo de Francisca Van Dunem a braços com a lei

General angolano Hélder Vieira Dias, conhecido por Kopelipa, ministro de Estado e Chefe da Casa Militar de José Eduardo dos Santos

General angolano Hélder Vieira Dias, conhecido por Kopelipa, ministro de Estado e Chefe da Casa Militar de José Eduardo dos Santos

São milhões de euros sob escrutínio, resultantes de numerosas operações bancárias e relações comerciais, entre 2006 e 2013. O alvo é um primo, do lado materno: o general angolano Hélder Vieira Dias, conhecido por Kopelipa, ministro de Estado e Chefe da Casa Militar de José Eduardo dos Santos.

As suspeitas averiguadas pelo DCIAP (Departamento Central de Investigação e Ação Penal) vão de suposta associação criminosa a alegado branqueamento de capitais. Em agosto de 2014, o então responsável pelo inquérito, procurador Paulo Gonçalves, considerou suficientes os esclarecimentos prestados pelo mandatário do general Kopelipa, o advogado português Paulo Amaral Blanco, e arquivou o processo. Em total discordância, o diretor do DCIAP, Amadeu Guerra, gastou 11 páginas a dar exemplos de falhas na investigação, determinando a realização de mais diligências. Paulo Amaral Blanco recorreu do despacho de Amadeu Guerra para a Relação de Lisboa, alegando nulidade, e os desembargadores deram-lhe razão. Em resposta, o MP recorreu para o Constitucional.

Aguardam-se novos capítulos.

Conheça a fundo a nova ministra da Justiça na VISÃO desta semana

DISPONÍVEL TAMBÉM: