Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Tia é principal suspeita de ter arrancado olhos a menino de seis anos

Mundo

  • 333

As autoridades chinesas encontraram sangue do menino nas roupas da sua tia Zhang Huiying, que acabou por se suicidar seis dias depois do crime

A principal suspeita de ter cometido o crime que deixou o menino de nacionalidade chinesa de apenas seis anos - identificado como Guo Bin- sem ambos os olhos é a própria tia, Zhang Huiying.

Zhang Huiying suicidou-se seis dias depois de terem cometido o crime contra o sobrinho - atirando-se para um poço. Além disso, como as autoridades chinesas encontraram vestígios de sangue da criança nas suas roupas, presumem que tenha sido ela a cometer o crime contra Guo Bin.

O menino foi encontrado pela mãe, sem os olhos, cinco horas depois de ter desaparecido da sua residência na província de Shanxi, na China.

Numa tentativa de se fazer justiça e descobrir pormenores sobre o ataque, as autoridades chinesas oferecem uma recompensa de aproximadamente 12 mil euros a quem tiver informações sobre o crime.