Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Talibãs ameaçam impedir vacinação contra poliomielite se EUA não pararem ataques

Mundo

  • 333

Uma criança recebe a vacina contra a poliomielite, no Paquistão

Associated Press

O aviso foi feito em comunicado, este fim-de-semana, por um comandante talibã no noroeste do Paquistão: ou os EUA para com os ataques aéreos na região ou as crianças não receberão mais vacinas contra a poliomielite

"Quase todos os residentes do Waziristão do Norte passaram a ser doentes mentais devido aos ataques com drones, que são piores que a pólio", defendem os talibãs. "Por um lado, os EUA gastaram milhões para emilinar a pólio, enquanto por outro mata centenas".

Em comunicado, o comandante Hafiz Gul Bahadur diz que a decisão de impedir a vacinação das crianças foi tomada em conjunto com outros líderes talibãs.

O Paquistão é um dos poucos países que ainda não erradicou a poliomielite.