Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Suspeito culpa irmão pelos atentados

Mundo

  • 333

Getty Images

O suspeito do duplo atentado à bomba na maratona de Boston, Dzhokhar Tsarnaev, disse aos investigadores que o ataque foi liderado pelo irmão e que não houve grupos terroristas internacionais envolvidos

Segundo a CNN, que cita uma fonte governamental norte-americana, "os interrogatórios preliminares a Tsarnaev indicam que os dois irmãos encaixam na classificação de 'jihadistas' auto radicalizados".

Dzhokhar Tsarnaev, de 19 anos, foi detido e hospitalizado em estado grave na sexta-feira à noite, depois de 24 horas de buscas intensivas.

"Dzhokhar Tsarnaev (...) disse que o seu irmão (Tamerlan, de 26 anos) -- morto num tiroteio com a polícia na madrugada de quinta para sexta-feira -- queria defender o islão contra ataque", disse a fonte, citada pela CNN.

Segundo a notícia da CNN, o suspeito sobrevivente indicou que os grupos internacionais não faziam parte dos atos do irmão.

A fonte do governo advertiu que os inquéritos são preliminares, e que a informação dada por Tsarnaev precisa de ser verificada e seguida pelos investigadores.

O jovem Dzhokhar Tsarnaev pode enfrentar a pena de morte depois de ter sido acusado na segunda-feira pelo alegado envolvimento nos ataques que causaram a morte de três pessoas e feriram cerca de 200 na maratona de Boston, no dia 15 de abril.

O suspeito do duplo atentado à bomba de Boston foi acusado de usar uma arma de destruição em massa, anunciou na segunda-feira o Departamento de Justiça norte-americano.

Segundo uma declaração da justiça norte-americana, Djokhar Tsarnaev também foi acusado de um crime de destruição de propriedade com uso de explosivos e foi formalmente acusado no hospital onde continua internado.

As acusações da justiça federal "autorizam uma pena, caso haja condenação, de morte ou prisão perpétua", acrescentou o Departamento de Justiça na sua declaração